Igreja do Nazareno
em Boa Viagem

Av. Visconde Jequitinhonha, 2285
Boa Viagem – Recife – PE – Brasil
CEP 51030-021 Fone: (81) 3463.8759

Nosso propósito é proclamar o evangelho no poder do Espírito Santo, levando pessoas
a Cristo para que sejam salvas, santificadas, curadas e libertas, gerando famílias fortes
e restauradas, edificando assim uma igreja santa, adoradora, acolhedora, alegre,
evangelística e missionária.

Jerusalém, Jerusalém


“Quando ia chegando, Vendo a cidade, chorou sobre ela”. (Lc 19:41)

jerusalem

Do alto do Monte das oliveiras, Jesus observava Jerusalém. Bem á vista estavam os belíssimos edifícios do templo. Os raios do sol poente iluminavam a brancura de suas paredes de mármore e eram refletidos na torre de ouro e no pináculo. Perante aquele cenário, qualquer um encheria de alegria e admiração o seu coração! Porém outros pensamentos ocuparam a mente de Jesus. Ele chorou sobre ela. Chorava, na realidade, antevendo o que aconteceria com milhares que faziam parte do povo de Deus.

Quando Jesus olhava para Jerusalém, a condenação de toda uma cidade e de toda uma nação era apresentada diante dele. Cristo contemplava o anjo com a espada erguida contra a cidade que durante tanto tempo havia sido a morada de Deus. Lugar que mais tarde seria ocupada pelo general Tito e seu exercito; Ele olhava através do vale para os pátios e recintos sagrados. Com a visão obscurecida pelas lágrimas. Ele via os muros cercados por estrangeiros. Ouvia o tropel do exército preparando-se para a guerra; as vozes de mães e crianças clamando por pão na cidade cercada. Via entregues as chamas o santo templo, os palácios e torres- tudo transformado num monte de ruína

s fumegantes.

A majestade do Céu em prantos! Essa cena mostra quão árdua tarefa é salvar o culpado das consequências de se transgredir a lei de Deus; todas as predições de Cristo sobre a destruição de Jerusalém se cumpriram.

Que ninguém negligencie a lição transmitida pelas palavras de Cristo. Assim como Ele advertiu os discípulos sobre a destruição de Jerusalém, também advertiu o mundo quanto ao dia da destruição final.

O mundo não está mais preparado para aceitar a mensagem para o nosso tempo do que estiveram os judeus. Para receber o aviso do salvador a respeito de Jerusalém. Venha quando vier, o dia do Senhor surpreenderá os incautos.

Correndo a vida sua rotina constante, estando as pessoas envolvidas em prazere
s, projetos e ambições de ganho fácil, estando os líderes religiosos a engrandecer o progresso do mundo; e encontrando-se embalados num falso senso de segurança.

Temos de nos manter vigilantes em oração e estar sempre prontos a seguir as instruções de Deus; firmes e constantes.

Pr. Rolando Sotto Ruiz